de volta à nave mãe: home
Home Home by Ivana Ebel Facebook Twitter E-Mail

menu

Estudar fora Sobre a Alemanha Viagens & turismo
Nonsense Receitas Jornalismo

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Coisas que só existem na Alemanha (ou que eu só vi por aqui!)

Quando a gente chega a um país novo, tudo é novidade: o mercado, o transporte, a comida... Mas depois de um tempo de residência, as coisas parecem cair no lugar comum. Bom, nem tudo! Depois de quase dois anos de Alemanha, tem algumas coisas que ainda chamam a minha atenção, por diferentes motivos. Colecionei uns jornais de ofertas, desses de supermercados, e separei algumas “pérolas” que, muito provavelmente, só terei a chance de ver por aqui!

Bebidas

Sim, aqui é o país da cerveja, muita cerveja. E cerveja boa, pra todos os gostos. As páginas dos jornais estão repletas de anúncios e não se pode deixar de provar. O que gosto aqui são as opções de 5 litros, muito legal para festas e “kein Pfand”. O que é isso? Significa que você não paga pelo casco. Normalmente, toda a bebida tem o preço do líquido e de sua embalagem. Se paga os dois e, ao retornar as embalagens, recebe-se o dinheiro de volta. Garrafas de vidro: € 0,08; garrafas Pet: € 0,25; outras garrafas, normalmente € 0,15.

A mulherada aqui A D O R A beber Sekt (champanhe, espumante, pró-seco, como queira!) e é comum encontrar as meninas indo para as festas com suas garrafas em punho. Aqui, cada um leva o que vai beber e só bebe o que levou. Para facilitar a vida e não deixar a garrafa esquentando, vendem a bebida em latinhas! Adoro a idéia! Bem que o pessoal de Garibaldi (RS) podia copiar!


Comida


Comer ovo no café da manhã aqui é tão comum como pão francês com manteiga ai no Brasil. E se a família for grande, porque não contar com a ajuda de uma “cozinhadora de ovos”?

Para a casa

Todo o estudante que se muda passa pelo mesmo drama: eu preciso de um guarda-roupa e tudo é muito caro. Não aqui na Alemanha. Existem esses armários com armação de ferro e forro em um tipo de tecido plastificado que quebra um galho de bom jeito! Bem que podia ter isso por ai, né... O princípio é o mesmo daquelas sapateiras que se encontra com vendedores ambulantes, mas é muitoooo mais prático!

As camas aqui são grandes, enormes. A menor cama de casal tem 1,40m de largura e 2 m de comprimento. E é difícil encontrar esse modelo “pequeno”. O que eu achei curioso nesse anúncio ai, foi a cama de “casal” com lugar pra três... Alguém ai tem opinião formada a respeito!?


Vestuário

Vamos à uma das pérolas: os aventais “divertidos” para churrasco. Tire suas próprias conclusões. Se quiser encomendar um (sic!) pra quando eu for ai, pede já, porque se trata de um produto sazonal – como tudo relacionado a churrasco – e só vende na primavera/verão.

E os biquínis? Não vou discutir o lado ruim da coisa – que é o lado de trás. Com o perdão da palavra, todos ficam com aquele “saco de bosta” na bunda. Mas tem coisas bem bacanas, como esse modelo ai de camisetinha. Eu adorei e quero um!!!


Esportes

Já escrevi um post inteiro sobre esportes, mas esses são diferentes. Andar de bicicleta na Alemanha é fundamental – além de saudável e divertido – e as crianças mal aprendem a andar e já ganham sua primeira “magrela”. A diferença? As bicicletas não tem pedal!As crianças andam com os pés no chão e vão aprendendo a se equilibrar sem que pais e mães tenham que sair correndo feito loucos, segurando. Além disso, não precisam daquelas rodinhas auxiliares: não me lembro de ter visto isso por aqui. Quando elas já sabem como se equilibrar, ganham as bicicletas “normais”, com corrente, pedal!

Outra engenhoca – entre as muitas pra quem tem filho! – é esse triciclo com um “cabo”, em que os pais guiam a criança. Uma mistura de carrinho com brinquedo que os pequenos não se recusam a usar!

Já falei do Nordic Walking e aqui vai mais uma prova da popularidade do esporte. Os bastões para a prática dessa caminhada poderosa são vendidos nos supermercados...


Decoração

Bom, a primeira é versão “Copa do Mundo” de um artigo normalmente vendido com as cores e logomarcas dos times de futebol. É uma espécie de capa para colocar no espelho retrovisor do carro. É esquisito? Muito. Tem quem compre? Muita gente...

Esse anúncio é, para mim, o vencedor da categoria bizarrices. Quem, com todas as suas faculdades mentais em ordem, compraria essas falsas cabeças empalhadas pra “decorar” a parede!? Eu só vi isso uma vez no catálogo! Ou ninguém comprou... ou acabou o estoque. Quem vai saber!?!??!?!

4 comentários:

asdasd disse...

Nossa, que interessante o teu blog! Não acredito que ainda não conhecia, visto que moro em Bremen há 6 meses!

Sou de Floripa e estudo aqui a língua alemã no Goethe-Institut. Tenho um blog também, se você quiser dar uma olhada: http://www.passaportenamao.com

Grande abraço!

Gustavo disse...

Esse blogger é meio louco, no último comentário colocou meu nome como "asdasd".

Sou Gustavo, muito prazer. :-)

Diego disse...

Olá, gostei do seu blog! Encontrei-o em busca pela famosa (e para mim, temida) Carta de Motivação. Pretendo ir pra Holanda no ano que vem estudar, se tudo der certo! :)

É engraçado mesmo encontrar estas coisas diferentes, para nós até "malucas". Os cascos de bebidas já vi em outros países europeus, algo bem bacana e que estimula a reciclagem pelas próprias pessoas. Podia ter isso aqui no Brasil também...

ingrid disse...

Ivana, amei o seu blog! Não sou muito de visitar blogs, mas o seu é irresistível. Na forma e no conteúdo. E, realmente: es gibt Dinge die es nur in Deutschland gibt!!! Não vejo a hora de voltar à Alemanha. Ah!sou mestranda em tradução literária pela UFBA. bjo,bjo Parabéns!! :) Ingrid

de volta à nave mãe - desde 2008 © Ivana Ebel